Anúncio


"Se fosse eu, teria passado por cima", diz dono de carro a ciclista atropelado em Jacobina


"Você deu sorte porque era minha filha conduzindo o carro, pois se fosse eu teria passado por cima". Esta teria sido a frase dita pelo proprietário de um veículo Fiat Uno a um ciclista que havia sido atropelado um dia antes na Rua Alberto Torres, próximo à Praça da Bíblia, em Jacobina.

Segundo relatos da vítima, ele pedalava pela Rua Alberto Torres, por volta das 20h de quinta-feira (7), quando foi atropelado por um carro conduzido por uma mulher. Depois do acidente, segundo o ciclista, a mulher avançou com o carro e passou por cima da bicicleta, deixando-a destruída. Por sorte, ele não sofreu ferimentos graves, apenas escoriações. "Ela disse que ia pagar, mas no dia seguinte tudo mudou", contou o ciclista que preferiu não ser identificado.

"Fui no outro dia na residência do proprietário do veículo, o pai da condutora, onde o mesmo afirmou que bicicleta não é veículo, não tem placa e não paga imposto. Portanto, não tem prioridade em vias públicas. Sendo assim, disse que não arcará com as despesas", descreveu indignado o ciclista.

"Palavras do pai da condutora: Você deu sorte porque era minha filha conduzindo o carro, pois se fosse eu teria passado por cima", relatou a vítima ao Jacobina Notícias, destacando que "vai atrás de seus direitos".

A redação do JN não conseguiu contactar a condutora e o proprietário do veículo, para que pudessem descrever suas versões em relação ao ocorrido. O JN deixa aberto o espaço e o direito de resposta.

Fonte: Jacobina Notícias

Postar um comentário

0 Comentários