Anúncio


Bahia vence o Atlético e abre vantagem na semifinal do Baianão

Tricolor não teve dificuldade para bater o Carcará, na Fonte Nova, por 3x0


O Bahia cumpriu bem o dever de casa. O tricolor venceu o Atlético de Alagoinhas por 3x0, na noite desta quinta-feira (21), na Fonte Nova, e abriu boa vantagem no primeiro jogo da semifinal do Campeonato Baiano. Agora, o Esquadrão pode até perder por até dois gols de diferença, no próximo dia 27, no Carneirão, para garantir a vaga na decisão do estadual. Derrota por três gols de diferença leva o duelo para os pênaltis. 

No primeiro jogo da decisão, Enderson optou por Gilberto, artilheiro do time na temporada, e deixou Fernandão no banco. E por muito pouco o camisa 9 não começou o duelo dando uma de garçom. Na primeira chegada ao ataque, Gilberto deixou de calcanhar para Arthur Caíke, que soltou a bomba, mas a bola explodiu na defesa.

Com a proposta de partir para o ataque, o tricolor seguiu pressionando. Moisés fez a jogada pela esquerda e cruzou na área. Gilberto tentou de primeira, a bola bateu na defesa e sobrou para Ramires. O garoto tentou um voleio meio sem jeito e acabou desperdiçando boa oportunidade. Em seguida, foi a vez de Gilberto receber de Arthur Caíke e tentar de cabeça. A bola bateu em um defensor e facilitou a defesa de Diego. 

Enquanto isso, o Atlético pouco incomodava o Bahia. Bastante recuado, o time do interior só levou perigo na cobrança de falta de Gabriel Esteves, que Douglas fez a defesa, e na bola recuada por Flávio que quase complica o goleiro tricolor. 

De tanto apertar, o Bahia chegou ao gol. Aos 36 minutos, Moisés pegou o rebote da falta cobrada por Arthur Caíke e, do meio da rua, soltou a bomba sem dar chances para o goleiro Diego, colocando o Esquadrão em vantagem. 

Antes do fim da primeira etapa o tricolor quase chegou ao segundo quando Elber cruzou rasteiro e Gilberto chegou atrasado, não conseguindo balançar as redes. 

Vantagem ampliada 

Os dois times voltaram para o segundo tempo sem alterações, mas o que mudou foi a postura do Atlético. Mais solto, o time do interior se lançou ao ataque e, nos dez primeiros minutos, incomodou mais a defesa do Bahia do que em todo o primeiro tempo. 

O Carcará ficou perto do empate quando Peixoto se antecipou após cruzamento na área e tocou de biquinho. Douglas apareceu para salvar. Depois foi a vez de Gabriel Esteves quase marcar um gol olímpico, mas o goleiro tricolor voltou a aparecer bem. 

Para evitar qualquer risco, o Bahia respondeu com mais um gol. Arthur Caíke dominou bola quase perdida com muita qualidade e passou para Elber, que entrou na área e meio chutou, meio cruzou. A bola bateu nas costas do lateral direito Edcarlos e morreu no fundo das redes. Gol contra que ampliou a vantagem tricolor, aos 14 minutos: 2x0. 

Pouco depois, em lance de disputa de bola pelo alto, o goleiro Douglas se machucou e deu lugar para Anderson. O jogo deu uma esfriada e o tricolor passou a administrar o placar construído. Quando voltou a chegar ao ataque, mais um gol. Aos 35 minutos, Flávio recebeu de Artur na velocidade e cruzou. O goleiro Diego vacilou na tentativa de corte e Ramires só teve o trabalho de mandar a bola para o fundo do gol, colocando um pé e meio do Esquadrão na final do Baianão. 

Com o placar bem confortável, Enderson aproveitou para colocar Fernandão no lugar de Gilberto. O centroavante chegou a balançar as redes em seu primeiro toque na bola, mas a arbitragem pegou o impedimento corretamente. 

O próximo compromisso do Bahia será no domingo (24), às 18h, quando recebe o Salgueiro, na Fonte Nova, pela Copa do Nordeste. 

Fonte: Correio 24h

Postar um comentário

0 Comentários