Anúncio


Horário de verão começa dia 4, diz Planalto


O Palácio do Planalto informou que não haverá mais adiamento do início do horário, que irá começar mesmo no dia 4 de novembro. A informação é do G1.

O próprio Planalto comunicou no início do mês que adiara o início do horário de verão para 18 de novembro, a pedido do Ministério da Educação (MEC), por conta do primeiro dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que está marcado justamente para o dia 4.

Para o ministério, a necessidade de adiantar o relógio em uma hora justamente no dia da prova pode confundir os candidatos, que este ano fazem prova ainda no dia 11 de novembro. O ministro da Educação, Rossieli Soares, comemorou no dia 3 de outubro a mudança. "Candidatos terão mais tranquilidade para fazer as provas! Caso o horário de verão iniciasse no primeiro dia de provas do Enem, como estava previsto, muito provavelmente acarretaria em prejuízos aos participantes".

Segundo a Casa Civil da Presidência, o decreto que mudaria o horário de verão para começar dia 18 não chegou a ser publicado no Diário Oficial. A Presidência avaliou que a demanda era impossível de atender. “Conforme decreto assinado pelo presidente Michel Temer, o horário de verão começará no dia 4/11. Não haverá adiamento”, informou a assessoria da Presidência. 

A mudança para o dia 18 foi criticada pela Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear), que argumentou que esta nova modificaçao poderia levar passageiros que compraram passagens com antecedência a perder os voos. A associação estimou que 3 milhões de passageiros seriam prejudicados.

O horário de verão, que geralmente começa em outubro, este ano foi adiado por conta das eleições. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pediu que a mudança não coincidisse com as datas de votação - primeiro turno no dia 7 e segundo marcado para o dia 28. Com o fim mantido para o terceiro domingo de fevereiro do ano que vem (dia 17), este horário de verão será mais curto.

Informações do G1

Postar um comentário

0 Comentários